Ignorar Comandos do Friso
Saltar para o conteúdo principal
SharePoint
PARTICIPANTES SATISFEITOS COM A MODERNIZAÇÃO DA MARINHA MERCANTE E PORTOS DE ANGOLA

Os participantes do Seminário sobre "Autonomização Financeira das Administrações Marítimas Nacionais", dos Países da OMAOC (Organização Marítima da África do Oeste e do Centro) mostraram-se regozijados com o excelente trabalho e os investimentos que  Angola faz para a modernização e relançamento da Marinha Mercante e dos portos nacionais.

A informação foi avançada de Abidja (Cote D´Ivoire) nesta sexta-feira, 20 de Outubro, pelo director-geral do Instituto Marítimo e Portuário de Angola(IMPA ), Victor Alexandre de Carvalho.

Victor Alexandre de Carvalho, descreveu, durante o seminário,  o leque de actividades desenvolvidas, e em curso, destacando  a criação de infra-estruturas e a  modernização dos portos em equipamentos.

O responsável do IMPA defendeu a necessidade de se adoptar os melhores modelos de gestão e prestação de serviços, incluindo as novas tecnologias de informação, capacitar cada vez mais os recursos humanos do ramo e especializá-los.

Avançou,  como premissa fundamental, fazer o uso efectivo da legislação existente no domínio da Marinha Mercante, Portos e Actividades Conexas, actualizar as tabelas de taxas, multas e demais coimas, tornando a nossa (Angola) Marinha Mercante mais competitiva na região e no mundo.

Victor de Carvalho defendeu igualmente o  estabelecimento de  PPP's (Parceria-Pública-Privada) com companhias  que nos proporcionem mais valias, preferencialmente de renome internacional.

Por outro lado, considerou  a importância da conexão dos portos com as plataformas logísticas e corredores de transporte, com ligação aos países vizinhos, com base no sistema intermodal como factores de grande contributo para o desenvolvimento económico  e social dos países e melhoria de vida das nossas populações.

No seu entender, só assim conseguiremos melhores e mais receitas, e consequentemente autonomizarmos as nossas Marinhas Mercantes.

Para a concretização dos objectivos preconizados, realçou, por último, que o ciclo deve estar patente em " Bons investimentos e legislação forte;  Melhores serviços ao cliente; Mais e melhores  receitas; Saúde  financeira e Reinvestimento".

O Seminário da OMAOC sobre  "Autonomização Financeira das Administrações Marítimas Nacionais" decorreu em Abidjan, Cote D 'Ivoire, de 18 a 20 de Outubro de 2017, com a participação dos representantes dos países membros e do secretário-geral da organização, o jurista angolano Alain Michel Luvambano.

Angola, através do MINTRANS, fez-se representar por uma delegação de directores-técnicos do IMPA e do IHSMA( Instituto Hidrográfico e de Sinalização Marítima Angola).